Arquivos da categoria: BLOGAGEM COLETIVA

Lançamento portal Viagem com Filhos : o melhor presente para o dia das crianças!

Blogueiros se unem para lançar portal de Viagem com Filhos

Sempre acreditei que as experiências vividas e compartilhadas entre pais e filhos são o melhor presente, por isso, sempre que podemos optamos por viajar com a família em detrimento a presentes e festas!!

Assim como nós, 50 blogueiros brasileiros também acreditam nisso e amam viajar e juntos criaram um portal exclusivo, com dicas de viagens com filhos!
O site Viagens com Filhos (http://www.viagenscomfilhos.com.br/) será inaugurado no dia 12 de outubro e terá roteiros, dicas e experiência de inúmeros  destinos nacionais e internacionais, escritos pelos maiores experts no assunto que juntos somam mais de 1 milhão de seguidores.

Cada blogueiro tem um perfil diferente, alguns viajando com bebês e outros com filhos adolescentes, alguns com relatos de hotéis luxuosos e outros com dicas super econômicas, alguns tem dicas especiais de destinos bem conhecidos e outros se aventuram por lugares inusitados. Enfim, uma variedade completa, para você se inspirar, programar suas próximas férias ou apenas curtir as aventuras.

A ideia surgiu dentro do grupo do Facebook “Assuntos de Blogs de Viagem com Filhos” , exclusivo para blogueiros de viagens e que foi criado por Claudia Rodrigues e Francine Agnoletto em 2014.

Conheça o portal Viagens com Filhos e se apaixone pelos milhares de relatos!

Os contatos com o Viagens com Filhos podem ser feitos pelo email viagenscomfilhos@gmail.com.

#viagenscomfilhos

Blogagem Coletiva: Como conciliar viagens e escola dos filhos

Quem gosta de viajar e tem filhos em idade escolar, vive com o dilema de como conciliar as férias com o ano letivo. Reunimos um grupo de blogueiros e colocamos o assunto em pauta e resultou nesta incrível blocagem coletiva.

blogagem-coletiva

Com certeza esta blogagem será muito rica e com opiniões e argumentos muito diferentes. Primeiro porque não existe um “certo ou errado”, existem formas de enxergar a situação e a diferença da faixa etária das crianças.

O assunto é tão complexo, que vários aspectos devem ser levados em conta, para tomar a decisão mais acertada.

NIVEL DE ESCOLARIDADE

Quanto mais velhas as crianças ficam, muito mais intenso é o conteúdo e as cobranças. Sem dúvidas, viajar com crianças do ensino Infantil e até o início do Fundamental I é bem mais fácil.

Meus filhos estão no Fundamental II , atualmente no sexto e oitavo ano e nesta idade, com o método de ensino da escola que frequentam não conseguimos viajar fora do período de férias.

Quando eram menores, no Infantil e até nos primeiros anos do ensino Fundamental I, viajamos algumas vezes no período letivo, emendando feriado e faltando de uma até duas semanas e não tiveram nenhum prejuízo na escola.

A última viagem que fizemos, durante o período de aula, minha filha mais velha estava no sexto ano e ficamos uma semana fora. O retorno foi um stress: provas substitutivas (a escola deles tem 3 provas toda semana), matéria perdida…

PREÇOS ALTA E BAIXA TEMPORADA

A diferença de preço para viajar no período das férias escolares e na baixa temporada é ABSURDA!!! O setor hoteleiro fica bem mais barato e aparecem promoções tentadoras de passagem aérea! Acho que este é o principal ponto favorável a tirar férias na baixa temporada, muitas vezes a economia é de 50%.

TEMPERATURAS MAIS AMENAS

As férias acontecem nos picos de Verão ou Inverno e dependendo do destino, é um calor ou frio exagerados. Nos demais meses, o clima é mais ameno e agradável.

PONTOS TURÍSTICOS MAIS VAZIOS

O fluxo de visitantes é muito menor na baixa temporada. Você consegue visitar os principais destinos turísticos e parques sem filas e curtir bem mais a viagem.

DURAÇÃO DA VIAGEM

O tempo da duração da viagem pesa bastante na decisão de ficar ausente da escola ou não. Ficar alguns dias, o prejuízo é maior.. Já nas viagens longas, a criança sai do ritmo e perde muita vivência e conteúdo.

RESPONSABILIDADE

Acreditamos que o estudo é a responsabilidade que as crianças tem e que os maiores precisam entender que o lazer é importante, mas que  estudo é mais ainda! Precisamos “cumprir”nossa responsabilidade e depois desfrutar do lazer.

APRENDIZADO DURANTE AS VIAGENS

Sem dúvida nenhuma, uma viagem traz muito aprendizado, inclusive na área acadêmica: desperta o interesse em Geografia (países, capitais, clima, distâncias), História (como surgiu, monumentos), Idiomas, Cultura em geral, Economia…

Usar este tempo além da convivência, proporcionar o conhecimento através da vivência e da experiência é incrível!

LAZER X RESPONSABILIDADE

Nos baseamos no conceito de que as crianças já estão grandes e precisam ter responsabilidade para saber que o lazer é importante, mas que o estudo vem antes. Quero que eles tenham a consciência de que primeiro temos que cumprir com nossos compromissos e depois o lazer.

FLEXIBILIDADE – SEMPRE

Nem tudo é tão rígido e definitivo, as situações mudam e nossos pontos de vista também.

Confira a opinião de outros super bolseiros de viagem sobre o mesmo tema e deixe para nós sua opinião!

 

 

 

Qual melhor época para ir para Orlando: Inverno ou Verão???

Captura de Tela 2016-07-29 às 18.41.31

Estamos participando da blogagem coletiva “Viajando nas quatro estações”. A proposta é sugerir roteiros interessantes, de acordo com a estação do ano.

Como em tudo na vida, o equilibrio é sempre a melhor opção e para as viagens, isso faz todo sentido. Porém, Primavera e Outono é época de ano letivo e para quem tem filhos em idade escolar, isso pode ser complicado.

E então, qual a melhor época para ir para Orlando: Inverno ou Verão?

Vamos aos prós e contras de cada um..

INVERNO

Parque estão mais vazios: as aulas nos EUA e vários países voltam na segunda semana de janeiro, então o movimento nos parques é menor que em julho. O movimento nos parques é mais tranquilo até o dia 20 de dezembro e após dia 10 de janeiro. Nas semanas entre Natal e Ano Novo, os parques e outlets ficam lotados.

Natal na Disney é mágico: o clima de Natal nos shoppings, na cidade, nos parques. As festas e paradas especiais de natal sáo realmente diferentes… Elas acontecem em dezembro e até o dia 06 de janeiro.

Chove menos: no inverno, a probabilidade de chuvas é bem menor que no verão.

Inverno ameno: Na Flórida, os invernos não são rigorosos e é bem possível dias bem quentes e ensolarados e noites um pouco mais fresquinhas.

Maratona Disney: Se você é fã de corrida, se programe para participar da maratona disney, que acontece geralmente no começo de janeiro.

Preços mais baixos que julho: Apesar de ser preços de “alta temporada”, os valores de passagem aérea e hotel, costumam se mais baixos que em julho.

Promoções roupas de inverno: A época é ideal para encontrar jaquetas, casacos e boras em promoção.

Anoitece mais cedo: Além de anoitecer mais cedo, os parques costumam fechar mais cedo que no verão

Malas mais cheias: As roupas de frio são muito mais volumosas do que de verão.

Noite de Natal e Reveillon nos parques: Apesar de ser uma data especial, acho que não vale a pena aguentar a lotação nos parques para assistir a queima de fogos especial.

Nem sempre dá para ir nos parques aquático: Mesmo com inverno ameno, nem sempre dará para encarar um parque aquático, principalmente os que exigem uma reserva de data prévia. Além disso, alguns parques aquáticos ficam fechados.

Atrações em manutenção: algumas atrações com “água”ficam fechadas para manutenção.

VERÃO

Aproveitar os parques aquáticos: perfeito para se refrescar nos parques aquáticos.

Curtir a praia: tem praias lindas na Flórida, é uma oportunidade para conhecê-las.

Os dias são mais longos: escurece mais tarde e conseguimos aproveitar mais o dia!

Fugir do inverno brasileiro: deixar seus casacos no Brasil e curtir o Verão americano.

Parques mais lotados: são as férias de Verão dos americanos e os parques costumam ficar lotados de adolescentes!

Calor muito intenso: o calor é bem intenso, tem o choque térmico do calor externo e ar condicionado forte dentro das atrações.

Pancadas de chuva: costuma ter pancadas de chuvas frequentes, porém rápidas.

Conheça outras sugestões de destinos dos blogueiros que estão participando desta Blogagem Coletiva:

Destinos por onde andei… – Primavera em Nova York

– Mariana Viaja – Verão na Espanha: passeios em Barcelona e Madri

– Outro blog – Inverno em Banff | Montanhas Rochosas Canadenses

– A Casa na Mala – Qual a Melhor Época do Ano Para Viajar à Europa?

– Por aí com os Pires – Flórida no verão

– Família Viagem – As cores do outono em Seattle

– Pegadas na Estrada – Outono na Islândia, uma estação surpreendente!

– Viajonários – O que fazer na Califórnia no inverno

– Foco no Mundo – Como sobreviver ao inverno europeu

– O Melhor Mês do Ano – O que levar para o Atacama em cada estação do ano

– Escolho Viajar – Patagônia no verão – a melhor estação para a visitar

– Caixa de Viagens – Alpes italianos – onde curtir o inverno

– Vaneza com Z – 10 coisas para fazer no Verão em Salvador

– Cantinho de Ná – Como é New York na primavera

– Viagens que Sonhamos – Inverno na Serra Gaúcha

– A Path to Somewhere – 10 lugares para curtir o outono em Nova York

– Mochilão Barato – Mochilando no Inverno Europeu

– Viagens Invisíveis – Inverno em Malta, vale a pena?

– Alyssa Prado Blog – 6 Motivos para visitar Floripa no Inverno

– Viajando em Familia – Orlando no Verão ou Inverno?

– Apure Guria! – Sobrevivendo ao inverno na Nova Zelândia

– #KariDesbrava Cinco lugares para curtir o frio no estado do Rio de Janeiro

Ligado em ViagemDobel na Alemanha, muita neve na região de Baden-Württemberg

– Pequeno Grande Mundo – Em Manaus é verão o ano inteiro

– Destino Mundo Afora – Inverno na Serra Catarinense

– The Nat’s Corner – Verão Europeu: O Que Levar na Mala

– Lolepocket – 7 praias do Rio de Janeiro para curtir o verão como os cariocas

– Uma Senhora Viagem – Dois Outonos Diferentes na Europa

– Devaneios de Biela – As Cores e os Contrastes de Cartagena na Primavera

– Baianos no Polo Norte – 10 motivos para visitar Toronto no verão

#viajandonasquatroestacoes

 

 

 

Blogagem Coletiva: O que meu filho aprendeu viajando

Adorei a ideia do grupo Blogueiros de Viagem, com o tema :  que meu filho aprendeu viajando.

blogagem coletiva

Eu acredito muito que o que  fica em nossa memória são as experiências, as vivências e as viagens são estas experiências diferentes do cotidiano e vividas de forma muito intensa.

Sempre gostamos de viajar com nossos filhos, desde pequenos. Eles crescem muito rápido e quero curtir cada minuto, hoje, já estão com 11 e 12 anos e quando olho para trás, vejo quanta coisa boa e quanto aprendizado estas viagens trouxeram.

Planejamento:Tudo na vida, quando planejado tem chances maiores de dar tudo certo. Uma viagem planejada, geralmente é melhor aproveitada. Meus pequenos são “ratinhos”da internet, pesquisam destinos, atrações, reviews de hotéis…

Economia: por serem um pouco mais velhos, eles já tem esta consciência do valor do dinheiro e eles mesmo sugerem trocar festas de aniversário (e outras despesas do dia a dia) para “guardar”dinheiro para viajar. Pesquisam preços de passagens aéreas, já sabem que as vezes alterando 1 ou 2 dias ou valores caem muito. Conhecem as moedas dos lugares para onde já fomos e para destinos que eles acham interessantes e sabem (não de forma correta), transformar em reais.

Geografia: o interesse em viajar é perfeito para entender e gostar de geografia. Eles gostam muito e sabem inúmeras capitais, estados e países. Tem noção de hemisfério norte, sul, oriente, ocidente, fronteiras, diferentes estações do ano, fuso horário… Vou lançar a campanha #geografianaprática nas escolas

Linguas: gostam muito de inglês e espanhol e se arriscam a falar. Sabem a importância que aprender e falar outras línguas tem. Se interessam também por outros idiomas e se pudessem, o Gabri estaria estudando italiano e a Mamá francês.

Lidar com imprevistos: a vida é cheia de imprevistos e nem tudo o que planejamos acontece como gostaríamos. Em viagens, por estar fora do nosso dia-a-dia, estes imprevistos acontecem com mais frequência ou ficam mais evidentes. Entender e aceitar que o vôo foi cancelado, que teremos que esperar mais 4 horas no aeroporto, que termos que ir ao parque com chuva, que não vamos conseguir fazer algumas coisas programadas, que o hotel reservado não é tão bom quanto imaginamos. Faz parte da vida ter frustrações e lidar com elas..

União e ajuda mútua: a regra aqui em casa é que todos nos ajudamos, eles carregam suas malas, ajudam a pedir táxi, pedem seus lanches…

Conhecimentos Gerais: o interesse em viajar desperta a curiosidade para descobrir novos lugares, eles conhecem (mesmo sem nunca ter ido), vários países, suas capitais, cidades e pontos turísticos. Na escola, relacionam alguns fatos com mais facilidade.

Acho que é muito aprendizado, vivenciado de uma forma inesquecível!!

Veja o que outros filhos, das famílias viajantes aprenderam!

1 – Viagens que Sonhamos
2- Felipe, o pequeno viajante
3- Malas e malinhas
4 – As Passeadeiras
5 – Do RS para o Mundo
6 – Família Viagem
7- Viagem Simplesmente
8- TripBaby
9- Ases a Bordo
10 – Malas e Panelas
11 – Vem Pro Parque
12 – No Mundo com a Gente
13 – Trilhas e Cantos
14 – Gosto e Pronto
15- Valentina na estrada
16- Retrip Viagens e Experiências
17 – Para a Disney e além
18 – Wanna Disney Pelo Mundo
19 – Com Filhos por aí!
20 – Cuore Curioso
21- Andreza Dica e Indica Disney
22 – Viajo com Filhos (Fernanda)
23 – Por aí com os Pires (Line Pires)
24 – Vida de Viajete:
25 – Cantinho de Ná (Cynara Vianna)
26. Viajo com Filhos (Patricia)
27. Carregando Malinhas (Aline Figueiredo)
28. De Primeira Viagem (Aline Aguiar)
29. Roteiro Renatours
30. Ferinhas Viajantes (Ana Paula Lima)
31-Os Caminhantes
32- Dicas da Rege
33 – Viajando em Família
34 – Pequenos pelo mundo
35 – Passeiorama
36. O Rei do Hotel
37. Vou Viajar

 

 

 

Blogagem Coletiva: 5 destinos top no Brasil -com crianças

Para comemorar o dia das crianças e continuar viajando neste cenário de dólar nas alturas por sugestão da Liliane do blog Trilhas e Cantos, nós e  outros blogueiros do grupo Viagens em Família adoramos pensar nas 5 melhores viagens no Brasil, com crianças.

Nosso país, além de enorme, tem lindissimos lugares, povo receptivo e caloroso… São várias opções para curtir uma viagem com a criançada!

Veja minha seleção:

1. FORTALEZA – CE

Uma excelente opção para quem curte sol,  praias lindas, 

Beach Park: o parque é sensacional! Tem atrações para crianças de todas as faixas etárias. Compramos o passe semanal, pois compensava mais do que ir 3 dias o parque… As crianças queriam ir todos os dias!!

fortaleza

Fomos na Praia do Futuro, a praia dica no centro, é bem movimentada, cheia de barracas, mas tinha muito vendedor ambulante.

Canoa Quebrada,apesar de linda, é bem longe e o passeio de buggy é imperdível!

O centro da cidade tem o Mercado Central, Centro Cultural Dragão do Mar e o calçadão… As crianças queriam ir embora logo para o Beach Park.

O que comer: Camarão e frutos do mar em geral. Lá é muito barato e excelente qualidade. No café da manhã ou no meio da tarde, uma tapioca é sempre uma boa pedida!

O que trazer: Toalhas bordadas e rendas são lindas e você encontra na feira de artesanado, na Beira Mar ou no Mercado Municipal. Traga também castanha de caju, o Ceará é um dos maiores produtores!

Onde ficar: Tem muita opção de Hotel, na Beira-Mar (centro de Fortaleza), em Aquiráz (onde fica o Beach Park). Nós ficamos em um apartamento alugado no Acquaville (tem quartos de hotel e  apartamentos), fica bem perto do Beach Park, tem uma boa praia, uma piscina enorme e um restaurante que quebra bem o galho.

Como se locomover: Minha sugestão é alugar carro, táxi é caro e as distâncias são grandes.. Outra opção é fazer as excursões programadas pelo hotel.

* Estivemos lá em julho/2009, com duas crianças de 4 e 5 anos. Choveu alguns dias durante a noite, mas os dias foram todos lindos e ensolarados!

2. CALDAS NOVAS – GO

Um lugar cheio de hotéis e o famoso Rio Quente Resorts. Se engana quem pensa que é um lugar só para a terceira idade relaxar… O HotPark oferece muitas atrações para todas as idades e é aberto ao público que não está hospedado no Complexo. Já o Parque das Fontes é exclusivo para os hóspedes e fica aberto 24 horas.

rio-quente-resorts

O ideal é se hospedar em um dos hotéis do Complexo,o mais recomendado é o Hotel Pousada, que fica dentro do complexo e perto do restaurante Casa de Cora.

A cidade não tem grandes atrações turísticas, o destino é realmente relaxar e se divertir nas piscinas quentinhas!

Tem vôos fretados direto para Caldas Novas. Você pode pegar um vôo regular para Goiania e de lá, alugar um carro ou um transfer para Caldas Novas (quase 2 horas de viagem)

A recomendação é ir nos períodos menos quentes (abril a agosto), pois no Verão é muito quente!

Aqui tem um post bem completo do Rio Quente Resorts e aqui um comparativo entre ficar no Rio Quente Resorts ou em outro hotel.

3. BETO CARREIRO WORLD -SC

Esta na minha wish list!

Tenho ouvido bons elogios ao parque Beto Carrerro World, que fica no litoral de Santa Catarina. São muitas atrações para crianças e radicais, shows, atrações circenses distribuídos nas áreas temáticas.

beto carrero

 

O ideal  é tentar fugir nas férias escolares e dos feriados prolongados, que costuma deixxar o parque muito cheio. O Fast Pass  pode ser comprado por R$ 60,00 e dá direito a 12 acessos sem fila nos brinquedos mais disputados.

Junto com o parque, você pode conhecer o Balneário Camboriú, uma das cidades mais visitadas de Santa Catarina.  Tem lindas praias, restaurantes e barzinhos.

4 – FOZ DO IGUAÇU 

Um destino completo! Três paises em uma viagem! Conhecer as Cataratas do Iguaçu,um dos patrimônios culturais da UNESCO. Conhecer a Triplice Fronteira, ver as imponentes quedas d’agua e um pouquinha da Argentina e do Paraguai.

cataratas

De SP para Foz, tem vôos regulares e menos de 2 horas e se você gosta de dirigir ou mora na região Sul, carro também é uma boa alternativa.

Tem dois hotéis bem recomendados para quem viaja com crianças: Bourbon Cataratas e o Mabu.

Conhecer as belezas do nosso pais, almoçar na argentina e fazer compras no Paraguai!! Acho que vale arriscar!!

THERMAS DOS LARANJAIS – OLIMPIA/SP

Fica no interior de SP, pertinho de São José do Rio Preto, mas fica há mais de 5 horas de carro de SP..

Um complexo aquático thermal, com muitas atrações para toda a familia.

O local é bem amplo e tem várias atrações, porém, por ser de fácil acesso e uma opção barata, ouvi vários relatos de que o parque fica absurdamente lotado na alta temporada e feriados prolongados.

Estivemos lá duas vezes, com as crianças com 2 e 3 anos e recentemente, com 10 e 12. Nas duas vezes fomos no feriado da cidade que moro, em agosto. Foi ótimo, não estava tão quente e o parque bem tranquilo.

Ficamos no Hotel do Complexo, achei bem razoável (bem simples, mas limpinho), s[o me incomodou o fato de não ter janela no banheiro (fica bem abafado) e o chuveiro é beeem fraquinho..

Estes são os destinos que recomendo e os que estão na minha lista de desejo!

Confira agora, as sugestões dos outros blogueiros:

1. Trilhas e Cantos:http://www.trilhasecantos.com.br/2015/10/blogagem-coletiva-descobrindo-o-brasil.html

2. E aí, Férias!: http://www.eaiferias.com/2015/10/bc-descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

3. Rodando pelo Ceará: http://www.rodandopeloceara.com.br/2015/10/blogagem-coletiva-descobrindo-o-brasil.html

4. Malas e Panelas:http://malasepanelas.com/descobrindo-o-brasil-com-criancas

5. Felipe, o pequeno viajante:http://www.felipeopequenoviajante.com/2015/10/as-melhores-viagens-com-criancas-no-brasil.html

6. Viajando com Palavras: http://viajandocompalavras.com/2015/10/18/blogagem-coletiva-descobrindo-brasil-criancas-destinos-nacionais/

7. Viajando em familia: http://www.viajandoemfamilia.com.br/blogagem-coletiva-5-destinos-top-no-brasil-com-criancas/

8. Viagens que Sonhamos: http://www.viagensquesonhamos.com.br/2015/10/destinos-para-viajar-com-as-criancas.html

9. Viajo Com Filhos: http://viajocomfilhos.com.br/2015/10/descobrindo-o-brasil-blogagem-coletiva/

10. Malas & malinhas: http://malasemalinhas.com.br/2015/10/17/viagem-com-crianca-no-brasil/

11. Cantinho de Ná: http://cantinhodena.com.br/viajando-com-a…as-pelo-brasil/

12. Carregando Malinhas: http://carregandomalinhas.com.br/5-destinos-para-descobrir-o-brasil-com-criancas/

13 – Viajante em Tempo Integral: http://www.tempointegralblog.com/brasil-com-criancas/São

14 –  Viagem Simplesmentehttp://www.viagemsimplesmente.com.br/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

15-Os Caminhanteshttp://oscaminhantes.com/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

16- Viajar hei: http://www.viajarhei.com/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

17- Passeiorama: http://passeiorama.blogspot.com.br/2015/10/blogagem-coletiva-descobrindo-o-brasil.html

18- Baianos no Polo Norte: http://baianosnopolonorte.com/blogosfera/descobrindo-o-brasil-com-criancas/

19 – Mezzo Mondo: http://www.mezzomondo.com.br/descobrindo-o-brasil-com-criancas/

20 – Vida de Viajete: http://vidadeviajete.com/lugar-para-viajar-com-crianca-no-brasil/

21- Dicas da Rege: http://dicasdarege.com/2015/10/18/viajando-com-criancas-pelo-brasil/

22 – Para a Disney e Alémhttp://www.paraadisneyealem.com.br/2015/10/blogagem-coletiva-top-5-destinos.html

23. Dias viajando por aí: http://diasviajandoporai.blogspot.com.br/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

24. Ir, Ver e Viver o Mundo: http://www.irvereviver.com.br/2015/10/descobrindo-o-brasil-com-criancas.html

25. Diario de Viagem: http://www.diariodeviagem.com/photo/destinos-sul-brasil-com-criancas/Governador Celso Ramos, Mariscal, Beto Carreiro, São Paulo e Foz do Iguaçu

 

As cinco melhores viagens em familia: Cruzeiro Disney, Orlando, Cancún, Califórnia e Paris

Por iniciativa da Sut-Mie, do Blog Viajando com Pimpolhos e do grupo Viagens em Familia, estamos fazendo mais uma blogagem coletiva. Desta vez, o tema escolhido foram as cinco melhores viagens em familia. Na opinião da nossa familia (foi um consenso com marido e filhos de 9 e 11 anos), nosso rankink foi: Cruzeiro Disney. Orlando, Cancun, Califórnia e Paris.

CRUZEIRO DISNEY

Quem foi: Minha família ( 1 casal com menina 11 anos e menino 9 anos). meu pai e familia minha irmã (casal com menina 6 anos e bebê de 9 meses).

Fomos duas vezes, em janeiro de 2013 e repetimos em janeiro de 2014, de tanto que gostamos!

Foi uma viagem incrível! As crianças curtiram demais! Ficaram o tempo todo juntas, até na na mesma cabine eles dormiam!

Em Jamaica… Praia linda e muito relax!

cruzeiro disney

cruzeiro 2cruzeiro 1

Sem aviso e sem programação, encontrávamos com alguns personagens passeando pelo navio e eles eram sempre muito atenciosos.

Tivemos muita sorte, pois esta bem calor todos os dias e deu para aproveitar muito o navio e Castway Cay.

Meu sobrinho de 9 meses ganhou o concurso “Baby Diaper Rush”, um concurso de engatinhar ! Lindo!

Os roteiros do Caribe e Bahamas garantem sol e paisagem paradisíaca, além da parada na exclusíva ilha Disney “Castway Cay”.

Sem duvidas, para mim, é a primeira opção em viagem em família. Você embarca em um mundo mágico, com todo conforto, muita diversão e ainda conhece lugares diferentes.  O navio conta com atendimento no padrão Disney, restaurantes com comida excelentes, entretenimento fora de série e muita, muita magia.

ORLANDO

A primeira vez que fomos em Orlando com meus filhos é a mais especial: Fomos nos quatro (meus filhos com 2 e 4 anos), meu irmão e sua esposa, meus pais, os sogros do meu irmão e sua afilhada (4 anos).

escadinhadisneyorlando 2015

Foi mágico ver a carinha deles, o quanto curtiram… E para quem tem dúvidas, meu filho de 2 anos ficou encantado com o Mickey’s Philamargic e com o Small World e voltou falando a orientação de seguranças nos brinquedos em espanhol (“Por favor mantenha los ninos….).

As meninas se transformaram em princesas… Minha filha, quando foi tirar foto com a Ariel, foi “apalpando” a cauda dela, para ver se ela tinha pernas…

Outra viagem especial para Orlando, foi com duas outras familias, uma com um amigo do meu filho (4 anos) e outra com um menino (6 anos) e uma menina (4 anos), amigos dos meus filhos e com a mesma idade. Foi um delicia ver a molecada curtir tudo isso junto!

Se prepare para uma maratona de parques: São 4 da Disney, 2 da Universal, 2 aquáticos da Disney, Sea World, Busch Gardens, Aquática, além de muitas outras opçoes de entretenimento.

walt disney world

CANCÚN

Gosto muito de natureza, mas se ela vier acompanhada de uma boa infra-estrutura, melhor ainda! Cancún é exatamente isso!

Praias paradisiacas, hoteis confortáveis, bons restaurantes, bares, lojas e passeios imperdíveis.

cancun 2 cancun 3 cancun 4 cancun 5 cancun 6cancun

Fui em Cancun na minha lua de mel e no meu aniversário de 40 anos, meu presente foi uma semana lá, desta vez, com meus filhos (com 6 e 8 anos). Foi simplesmente maravilhoso!!! Pegamos dois feriados de novembro e ficamos 10 dias, apenas nos quatro… Foi delicioso e muito relaxante!

Não deixe de conhecer X-Caret, nadar com golfinhos, as ruinas de Chitchen-Itza.

 

 CALIFÓRNIA

Muita emoção, adrenalina e pique! Califórnia tem tudo o que você busca numa viagem!

A cinematográfica e história São Francisco, a pitoresca Carmel, as lindas praias de San Diego, visitar o famoso San Diego Zoo, parques temáticos (Disneyland, California Adventure, Legoland, Sea World, Six Flags e Universal), o glamour de Los Angeles, as praias dos famosos em Santa Mõnica…

Fizemos um grande tour, um casal de amigos com os filhos (7 e 9 anos) foram para São Francisco e nos encontramos em Las Vegas, mas fizemos surpresa para as crianças. Nesta viagem, minha mãe e minha sogra foram também.

As crianças ficaram encantadas com os hotéis e a grandiosidade e brilho de Las Vegas. Depois, fomos de carro para San Diego e no caminho, comecemos o primeiro Mc Donalds e também uma cidade fantasma, absurdamente quente e que lembrava muito uma cidade de velho oeste.

san diego las vegas

 

disneyland

Passeamos muito em San Diego e depois fomos para Ananheim e de lá para Los Angeles…

É fundamental alugar um carro e em Los Angeles, evitar os horários de pico, pois o trânsito não é nada amigável.

PARIS

A cidade luz é mais do que um roteiro romântico. Um destino muito legal para a familia. Subir na torre Eiffel, um passeio pelo rio Sena, conhecer os jardins de Versailhes e para fechar com chave de ouro: Disneyland Paris.

Passamos as férias e o aniversário de 1 ano da minha sobrinha (que morava na Suiça,  na época) em Lousanne – Suiça e depois fomos, de carro para Paris.

Estávamos os quatro irmãos: Eu e minha trupe (as crianças com 5 e 7 anos), minha irmã, marido e a filhinha com 2 anos, minha irmã e o namorado e o meu irmão, esposa e a filha com 1 ano.

suiça 2 escadinha franca

Paris é fantástico e conhecer a Disneyland Paris com as crianças foi muito bom!!

Cinco viagens foi pouco…

Se tem as duas palavras mágicas FAMILIA e VIAGEM, pode ter certeza que a diversão será garantida!

Demora para decidir onde almoçar, atraso na hora de sair… Mas tudo vale muito a pena!!

suiçabahia

 

Confira as cinco viagens em familia dos outras familias viajantes!

 

 

 

 

Blogagem Coletiva: Top 5 Wish list: Tahiti, Hawai, Londres, Canadá e Austrália

Viajar é algo tão bom  e tão envolvente, que a curtição começa muito antes do embarque. Quando começamos a sonhar com um destino, pesquisar o lugar, procurar preços , ver o clima… Enfim, os preparativos são quase tão bons como a viagem em si.

No grupo Viagens em Família, comandado pela Sut-Mie do blog Viajando com Pimpolhos, o Eder Rezende, do blog Quatro Cantos do Mundo propôs uma blogagem coletiva da nossa Wish List. Claro que a adesão foi enorme e topamos na hora!!

Afinal sonhar com viagens é o que mais gostamos de fazer!

TAHITI

O Tahiti faz parte da conhecida Polinésia Francesa, um arquipélago com 118 ilhas, distribuídas em 5 milhões de quilômetros quadrados de mar (equivalente ao continente europeu) e que fica no Pacífico Sul, perto de Nova Zelândia e Austrália. è considerado território Francês.

tahiti bangalos

O Tahiti é a maior ilha, sua capital é Papeete. Suas praias possuem areia branquinha, águas quentes e translúcidas, num tom de azul turquesa e muita vegetação e uma rica fauna marinha, com mais  de 1.200 espécies, entre elas baleias, golfinhos, tartarugas e arraias.

Um lugar perfeito para relaxar e entrar no clima atencioso, porém lento das pessoas.

tahiti mapa

O que espero encontrar? Um lugar lindo, com uma beleza de tirar o fôlego!! Muita praia e relax..

  • O que tem para fazer? Mergulho nas águas cristalinas, um passeio de piroga (embarcação típica) , descansar, relaxar e aproveitar para namorar, cruzeiros e passeios para as outras ilhas, conhecer as crateras vulcânicas, algumas parcialmente submersas,
  • Como chegar? Não tem nenhum vôo direto do Brasil. Uma opção é com duas escalas: em Santiago do Chile (4h30m) e Ilha de Páscoa (5h00) ou uma escala em Los Angeles. Os vôos são muito longos e não são diários.
  • Aeroporto: Só existe um aeroporto internacional, que fica próximo de Papeete.
  • Onde ficar? Os bangalôs sobre a água são maravilhosos!
  • O que comer? utilizam muito baunilha, peixes assados, frutos do mar
  • Qual o clima?: É verão o ano inteiro, mas com uma brisa incrível do Pacífico. Temperatura média de 22°C a 27°C. Costuma chover de novembro a março
  • Qual melhor época?: Qualquer época do ano
  • O que é preciso? Não é necessário visto e nenhuma vacina. Apenas o passaporte com 6 meses de validade.
  • Qual o Idioma? Tahitiano e francês são oficiais, muitos falam inglês
  • Qual a moeda? Franco polinésio. Equivalência: R$ 1,00 = CPF 38,00
  • Qual a tradição? Mulheres usam pareôs coloridos, chapéu de palha, pérolas negras. Assista um show de dança típica. Colocar um Hibisco no cabelo,
  • O que levar? roupas de praia, moda casual, havaianas, muito protetor solar e maquina a prova d’água.
  • O que trazer? Pérolas negras, colares de concha, pareôs e camisas coloridas e sabonetes de baunilha
  • Quanto custa? passagem área US$ 4.300,00, diária hotel 5 estrelas para casal US$ 300,00 (alguns hotéis não aceitam crianças), alguns hotéis tem café da manhã incluso e não costumam ser pensão completa – preços referência setembro/2014.
  • Qual é o fuso? 7 horas a menos em relação ao Brasil
  • Gorjetas: não aceitam gorjetas, faz parte da cultura local são contra as regras de hospitalidade.

O ponto negativo do Tahiti é o preço, lá é tudo muito caro e a distância.

HAWAI

Um destino que foi bem comentado no grupo Viagens em Família e me deixou com mais vontade ainda conhecer este paraíso.

hawaii

O Hawaii é um arquipélago que pertence aos EUA e fica no meio no oceano Pacífico. Possui  inúmeras ilhas, mas apenas 8 são as mais conhecidas e visitadas. As maiores são: Kauai (que tem praias paradisíacas), Oahu (onde fica Honolulu e Waikiki), Maui (paraíso dos surfistas, grandes resorts e celebridades) e Big Island (a maior e com um vulcão ativo).

O que espero encontrar? Espero encontrar um povo muito hospitaleiro, com um grande sorriso, os famosos colares de flor, muita música, muita alegria, paisagens paradisíacas e muito relax.. Meus filhos sonham em ir de dezembro a março para ver as baleias “jubarte”

havai

  • O que tem para fazer? Muitas praias, passeios lindos, conhecer as outras ilhas, ver os animais, surfar, praticar stand-up padlle, curtir um luau, aprender a dançar hula-hula. Ver “Pearl Habor”, que foi uma das bases militares da segunda guerra mundial.
  • Como chegar? Não tem vôo diário, o mais fácil e com conexão em Los Angeles. Fica a 5 horas de LA e a 7 horas do Japão.
  • Aeroporto:  existem aeroportos nas principais ilhas. O maior e único aeroporto internacional fica em Honolulu.
  • Onde ficar? O ideal é fazer um tour pelas principais ilhas. Você pode fazer este deslocamento de avião ou barco.
  • Como se locomover? O mais recomendado é alugar um carro, as estradas são boas e o GPS funciona bem. Entre as ilhas, o ideal é avião, tem algumas balsas também e cruzeiros.
  • O que comer? Além da culinária tradicional (camarão, frutos do mar, coco, abacaxi), tem muita comida japonesa, tailandesa, chinesa e americana
  • Qual o clima?: É sempre quente, mas o período mais quente é entre junho e outubro. Costuma ter chuvas fortes entre dezembro e março. A temperatura média é de 30ºC.
  • Qual melhor época?: Os meses de abril, maio e novembro não são tão quentes e não costumam ter chuvas fortes. Se quiser surfar, vá de novembro a janeiro
  • O que é preciso? O visto americano é obrigatório.
  • Qual o Idioma? Atualmente, a língua oficial é o inglês, mas também ouvimos o havaiano, como Aloha.
  • Qual a moeda? Dolar americano
  • Qual a tradição? Mulheres lindas, com trajes tipicamente havaianos, colares coloridos, flores nos cabelos, dançando o Hula. Homens bronzeados, com camisas coloridas e surfistas.
  • O que levar? roupas de praia, moda casual, havaianas, muito protetor solar e maquina a prova d’água.
  • O que trazer? Uma pérola dentro de um molusco, um cd com musicas havaianas. Adoro um outlet, mas confesso que apesar de ter um grande shopping e um outlet premium, não acho que vale a pena perder um dia no Hawaii para ficar no shopping!
  • Quanto custa? passagem área US$ 1.300,00, diária hotel 4 estrelas para casal US$ 200,00 (sem café da manhã)
  • Qual é o fuso? 7 horas a menos em relação ao Brasil

LONDRES

Londres é a capital mais organizada e cultural da Europa, com vários museus.

A Inglaterra, Escócia e o Pais de Gales fazem parte da Grã Bretanha. A Grã Bretanha e a Irlanda do Norte, fazem parte do  Reino Unido. A lei de imigração, moeda e língua são as mesmas para todos estes países.

londres

O que espero encontrar? Uma cidade organizada, pontual e cortês. Uma cidade “fina”, elegante. A cidade dos Beatles, da rainha e agora do One Direct, não pode decepcionar.

  • O que tem para fazer? Passear no famoso ônibus vermelho de dois andares, dar uma voltinha na London Eye, Ver a troca da guarda no Palácio de Buckingham, tirar uma foto em frente a Big Ben e as famosas cabines telefônicas, uma visita no Madame Toussaud, admirar o rio Tâmisa, a Tower Bridge e visitar alguns dos famosos museus.
  • Como chegar? Tem vôos diretos do Brasil para Londres e demora em média 10 horas.
  • Aeroporto:  Londres tem 5 aeroportos, mas a maioria dos vôos do Brasil são para o aeroporto de Heathrow, o maior deles.
  • Como se locomover? O metro é uma boa opção de transporte, mas não é tão barato como em outras cidades européias. Você pode comprar o cartão Oyster Card (10 libras) e carregá-lo, o valor é um pouco mais baixo do que comprar os bilhetes individuais. Um bilhete de um trecho do metro custa 4.30 libras e com o Oyster custa apenas 2.00 libras.
  • O que comer? Na Inglaterra tem opções de culinária do mundo todo, mas a especialidade são Fish and Chips (peixe frito com batata chips e vinagre (opcional)) e Beans and Toast  (fatia de pão tostado com feijão e molho). Experimente a apple crumble(torta de maça quente e crocante) e o pudim de pão e não deixe de tomar os famosos chás.
  • london map
  • Qual o clima?: O clima é temperado, com um verão agradável (temperatura média de 25ºC em julho/agosto) e um inverno bem rigoroso, apesar de não ser comum nevar, a temperatura fica negativa em janeiro e fevereiro. A famosa garoa e fog (neblina) londrina já é famosa e mesmo no verão, tem um ventinho gelado.
  • Quando ir?: Julho e agosto, apesar de ser período de férias, a temperatura é mais agradável.
  • Como é a imigração?  Assim que desembarcar em qualquer cidade do Reino Unido, você precisa passar pela imigração. Eles irão fazer algumas perguntas e te conceder o “visto” de entrada no país. É importante ter toda a documentação necessária, para provar que você esta no país a turismo e tem vinculo no Brasil. Separe: passagens de ida e volta, reserva de hotel, passeio, outros vôos, comprovante de vínculo no Brasil (hollerith, documento de casa própria) e cartão de crédito e dinheiro (para provar que tem dinheiro para se manter na cidade). Se tiver vistos em outros passaportes, deixe junto (prova que você já visitou vários países e sempre retornou para o Brasil). Para quem tem o passaporte europeu, isto não é necessário, tem uma fila separada.
  • Qual o Idioma? Inglês britânico
  • Qual a moeda? Libra Esterlina.
  • Qual a tradição? Pontualidade, Chá das cinco, Formalidade, troca da guarda da rainha
  • O que levar? se for no inverno, casacos pesados, luvas, gorros. No Verão, leve um casaquinho, provavelmente irá usar
  • Qual é o fuso? 3 horas a mais em relação ao Brasil
  • Reembolso do imposto: Apesar de ser um lugar caro para compras, se você fizer compras, saiba que pode pedir o retorno do imposto VAT significa Value Added-Tax, que pode chegar a até 20% da mercadorias.

CANADÁ

No extremo Norte da América, uma país multicultural, com três povos distintos, os britânicos, franceses e os indígenas. Do Atlântico ao Pacífico, é o segundo maior país em extensão territorial, ocupando 41% da América do Norte.

canada1

O que espero encontrar? Acho que não dá para falar do Canadá como um todo, imagino que cada cidade dever ter suas belezas, suas características, totalmente diferente uma das outras.

canada map

  • O que tem para fazer? Esquiar, passear pela montanhas rochosas, admirar suas árvores de famosas folhas coloridas
  • Como chegar? Tem vôos diretos do Brasil para as principais cidades e vôos com escalas nos EUA. Para Toronto, o tempo médio é de 11 horas de vôo.
  • Como se locomover? O transporte público funciona muito bem em praticamente todas as cidades canadenses. Tem grande oferta de ônibus, metro e trens.
  • O que comer? No Canadá é  muito comum comer frango com purê de batatas
  • Costumes: Bebidas alcoolicas só para maiores de 19 anos e é proibido beber na rua.
  • Dirigir: A carteira de habilitação brasileira é válida no Canadá e para alugar um carro, a idade mínima é 25 anos.
  • Qual o clima?: A imagem que temos é de um pais muito frio, mas o Canadá tem as estações bem definidas e apesar de ter um inverno bem rigoroso, chegando a -30 graus , no Verão, a temperatura pode chegar a 33 graus.
  • Quando ir?: Julho e agosto tem um clima muito agradável.
  • Como é o visto?  É obrigatório o visto, que você pode tirar diretamente no consulado ou online.
  • Qual o Idioma? Inglês e francês
  • Qual a moeda? Dolar Canadense
  • Qual a tradição? Por ser um país multicultural, suas tradições também são, contando com um carnaval de inverno em Quebec, Ano Novo Chinês em Toronto e Vancouver e uma parada de Saint Patrick Day, que comemora a cultura irlandesa em várias cidades.
  • Comida típica? maple syrup (aquele caramelo das panquecas americanas), poutine (batatas, molho e queijo), macarrão e queijo, 
  • O que levar? se for no inverno, casacos pesados, luvas, gorros. No Verão, leve um casaquinho, provavelmente irá usar
  • Qual é o fuso?  2 horas a menos em relação ao Brasília
  • Reembolso do imposto: Você consegue o reembolso do imposto pago (até 500 dolares).

AUSTRÁLIA

Uma ilha gigante, que fica no sudoeste da Oceania. Seu litoral tem 25.760 km e não faz fronteira com nenhum país. Grande parte da sua população se localiza nas praias.

australia canguru

  • O que tem para fazer? Muita praia, surf, cangurus.
  • Como chegar? Não tem nenhum vôo direto do Brasil. Todas as opções tem escala. O tempo total de vôo é de 23 horas.
  • Como se locomover? Entre as cidades, o ideal é utilizar o avião, trens, ônibus ou carro. Dentro das cidades, pode-se usar o transporte público ou locar um carro.
  • Dirigir: A carteira de habilitação brasileira é válida , mas é mão inglesa! Fique atento!
  • Qual o clima?: O clima é temperado, com dias ensolarados na maior parte do tempo. É também um dos continentes mais secos. No interior tem regiões com clima árido ou semi-árido.
  • Quando ir?: Entre maio e setembro é o ideal para visitar as cidades do Sul (Melbourne e Sidney).
  • O que é preciso?  É obrigatório o visto (que pode ser tirado online) e o comprovante de vacinação da febre amarela.
  • Qual o Idioma? Inglês australiano, que é mais próximo do britânico.
  • Qual a moeda? Dolar Australiano
  • Comida típica? Fish and Chips (herança dos ingleses), carneiro assado com molho de menta, porco assado com maça, sempre acompanhados de batata e molho barbecue ou de tomates. Você terá que experimentar um BBQ (churrasco de bife, costela e salsicha) com molho barbecue. Meat Pies, uma mini torta de carne moída vendida em qualquer lanchonete. E se tiver coragem, pode experimentar carne de Canguru ou Crocodilo. 
  • O que levar? Muita roupa de praia, descontraída e um casaquinho (só por precaução)
  • Qual é o fuso?  13 horas a mais em relação ao Brasília
  • Reembolso do imposto: Você consegue o reembolso do imposto pago (até 500 dolares)australia

Ficou indeciso com tanta opção legal para viajar?

Então leia as wish lists dos outros participantes desta blogagem coletiva!!!

1 – Eder Rezende – Quatro Cantos do Mundo
2 – Claudia Bins – Mosaicos do Sul
3 – Adriana Pasello – Diário de Viagem
4 – Sut-Mie Guibert – Viajando com Pimpolhos
5 – Carlos Augusto Monteiro – Para a Disney e Além
6 – Valéria Beirouth – It Babies
7 – Márcia Tanikawa – Os Caminhantes
8 – Patricia Longo Tayão – Viajar hei
9 – Liliane Inglez – Trilhas e Cantos
10 – Francine Agnoletto – Viagens que Sonhamos
11 – Elaine Castro – Viagem Massa
12 – Cássia Virgens – Fomos Juntos de Malas Prontas
13 – Regeane Nicaretta – Dicas da Rege
14 – Cristiane Martins – Dias Viajando por Aí
15 – Andrea Barros – Do RS para o Mundo
16 – Flávia Peixoto – Viajar é tudo de bom
17 – Luciana Misura – Colagem
18 – Camila Marquim – Mando um Postal
19 – Erica Piros Kovacs – Viagem com Gêmeos
20- Andreza Trivillin – Andreza Dica e Indica Disney
21 – Patricia Monahan – Our Whole Village
22 – Andrea e Luciano – Malas e Panelas
23 – Débora Galizia – Viajando em Familia
24 – Bella

Gonzaga

Morassi – MãeMimi

25 – Ana Luiza Fragoso – Oxente Menina
26 – Patricia Papp – Coisas de Mãe
27 – Lucia Malla – Uma Malla pelo Mundo
28 – Rebeca Meyer – Matheus Viajando
29 – Rachel e Luciano – Viagem a dois
30 – Debora Segnini – Gosto e Pronto
31 – Cynara Vianna – Cantinho de Ná
32 – Renata Luppi – Mala Inquieta
33 – Alexandra Aranovich – Café Viagem
34 – Família Müller – Viaje com a família Müller

35 – Claudia Rodrigues – Felipe, o pequeno viajante

 

 

Blogagem coletiva – 13 Mudanças para as famílias viajarem mais pelo Brasil

Mais uma blogagem coletiva!

Desta vez, uma iniciativa da Adriana Pasello, com apoio da Sut Mie e Claudia Rodrigues. A idéia é levartar os pontos que nos fazem optar por uma viagem ao exterior e o que precisa ser mudado para conhecermos mais este nosso maravilhoso pais!

Uma Pense em um lugar que e o quinto maior em extensão territorial do mundo, mais de 7.400 km de praias do Atlântico, um povo hospitaleiro e belezas naturais de tirar o fôlego. Perfeito para as férias, não é?

Nem tudo é o que parece ser….

O Brasil é realmente um gigante, Do Oiapoque ao Chui oferece opções de viagem para todos os gostos: as lindas praias do Nordeste, o circuito cultural e gastronômico do Sudeste, o ecoturismo da Amazônia e do Pantanal, as Cataratas do Iguaçu, as Serras Gaúchas e sua culinária, etc, etc.. Opções não faltam!

E porque muitas vezes, ficamos horas dentro de um avião, vamos para outros continentes, com outras línguas, culinária diferente e nem sempre povos tão receptivos? O que podemos fazer para viajar mais dentro do nosso país e conhecer todas as maravilhas…

Tudo tem que começar por nós mesmos. Porem não conseguimos mudar nada, além de nossas idéias e comportamentos…  Então, vamos primeiramente ao que DEPENDE DE NÓS….

1. Conhecer nosso imenso país

Vemos tantas informações de destinos fora do pais e acabamos esquecendo ou não priorizando o que temos de tão lindo “dentro de casa”. Alguns destinos, oferecem deslumbrantes paisagens naturais, culinária barata e gostosa e um povo muito hospitaleiro.

Fui pesquisar alguns destinos e até me assustei com a quantidade (e qualidade) de opções que estão aqui, pertinho de nós.. Vejam alguns (tem muitos outros!!):

amazonia lençois maranhenses

jalapão bonito rio de janeiro fortaleza natal porto de galinhas serras gauchas recife salvador pantanal florianopolis cataratas do iguaçu

 

2. Diversidade cultural e língua

Mostrar nosso imenso Brasil, suas diferentes culturas e hábitos para nossos filhos, pode ser mais enriquecedor do que várias aulas de geografia. Aproveite cada destino, entenda a importância que o local teve historicamente e atualmente para o Brasil, qual sua geografia, cultura e faça seus filhos vivenciarem isso. Com certeza serão experiências inesquecíveis.

Apesar dos vários sotaques, é bem confortável viajar para um destino onde não encontramos dificuldades com a língua.

3. Culinária rica e farta

Algumas capitais tem restaurantes caríssimos, mas temos que concordar que a qualidade e comparável a excelentes restaurantes do mundo.

Outras cidades, tem uma qualidade excelente e preços muito bons. Se você gosta de camarão, pode se deliciar no Nordeste ou em Florianópolis, gastando pouquinho.

4. Não é necessário seguro-saúde

Muitas vezes não é necessário um seguro saúde complementar, a grande maioria dos convênios tem abrangência nacional e sistema de reembolso.

5. Pesquise muito os preços

Quando vamos para o exterior, fazemos várias simulações, para tentar encontrar os melhores valores. Se você pesquisar e aproveitar as promoções de passagens aéreas, e possível conseguir menores custos (principalmente na baixa temporada)

6. Nosso café da manhã é um dos melhores

Na Europa e nos Estados Unidos, a grande maioria dos hotéis não oferecem café da manhã e os que tem, são bem diferentes e mais simples do que estamos acostumados. Mesmo os resorts all inclusive, o café da manhã deixa muito a desejar, se comparado aos nossos cafés….

7. Uma viagem só para curtir

Quando viajamos, principalmente para os Estados Unidos, fazer compras faz parte do nosso roteiro. Reservamos vários dias, fazemos listas, compramos pela internet e gastamos uma boa quantia nisso. É realmente tentador e impossível não voltar com as malas cheias, quando encontramos produtos até 70% mais baratos que aqui!

Mas um destino que não tenha o apelo de compras, pode mostrar um lado muito divertido das férias: diversão, sem precisar comprar!!

Agora como nem tudo depende de nós, não adianta apenas nos convencermos de que o Brasil tem destinos lindos. O governo, orgãos responsáveis e todo o segmento de turismo, precisam fazer a sua parte. Temos muito orgulho do nosso pais, mas trabalhamos duro e temos que valorizar cada real, usando da melhor maneira.

Os preços do Brasil ainda são muito altos, se comparados a outros lugares do Mundo. Os custos de São Paulo são equivalentes ao de Nova Iorque, Caribe muitas vezes sai bem mais barato que o Nordeste…

O que é necessário então, para viajarmos mais pelo nosso país???

8. Abertura do mercado de aviação para outras empresas

Os preços das passagens aéreas no Brasil são muito altos, Um voo para Fortaleza é quase o mesmo valor para Miami ou qualquer destino do Caribe.

Hoje, temos apenas quatro grandes empresas voando pelo Brasil. Quando aumenta a concorrência, os preços tendem a cair…

A Gol e a Azul entraram com o conceito low fare, mas seus preços são equivalentes aos das outras companhias aéreas.

As taxas de ocupação dos vôos nacionais são praticamente 100%, o que reduz o custo médio por passageiro das empresas.

A fiscalização das passagens aéreas existe para garantir um patamar mínimo e não um máximo… Oi? Cadê a preocupação com o cliente? A empresa tem que ter sua estratégia e saber qual o mínimo pode cobrar, para não ter prejuízo… Os orgãos responsáveis não precisam cuidar disso..

9. Aeroportos

Os aeroportos do Brasil estão em situação lamentável. Muitos são pequenos, falta estrutura tanto física quanto humana e para completar as taxas aeroportuárias estão entre as mais caras do mundo!

Segundo o site edreams, o aeroporto de Cumbica (nosso principal aeroporto) é o quarto pior do mundo em estrutura e o terceiro pior em pontualidade.

10. Preço dos Hotéis

O setor de hotelaria do Brasil, infelizmente, deixa muito a desejar quando comparamos ao modelo mundial. Os custos dos hotéis, em grande parte dos destinos turísticos são muito mais baratos do que no Brasil.

E um fato curioso, mas revoltante: Existem hotéis que praticam valores diferentes (e bem mais baixos) para turistas estrangeiros do que para brasileiros! Vivenciei isto na prática, em julho do ano passado, fomos para um resort no Nordeste, eu pesquisei os preços por aqui e ao mesmo tempo meu irmão na Europa. Aqui, o pacote sairia por R$ 8.000,00 e fechando por lá custou R$ 5.000,00…. Revoltante, não é?

Pode ser estratégia para atrair turistas, mas assim como nós queremos valorizar o país, a indústria do turismo também deveria valorizar o turista brasileiro, não acham?

11- Não temos linha ferroviária

Praticamente não temos trens. A malha ferroviária brasileira esta obsoleta e mesmo as linhas de carga foram suprimidas. Isso provoca um efeito cascata; mais carros, maiores congestionamentos, piores condições das estradas…A solução seria repensar as ferrovias no Brasil… Tanto para turismo, como para transporte de carga, liberando as estradas…

12. Impostos

Nossa carga tributária é uma das mais altas do mundo e isto reflete diretamente em tudo o que compramos e nos serviços que utilizamos.

13. Rodovias

A malha viária brasileira, com exceção do estado de São Paulo e algumas rodovias especificas é bem ruim, com estradas com péssimas condições de conservação. Além disso tudo, os valores dos pedágios são bem altos. Nos Estados Unidos, as estradas são excelentes e muitas delas não são pedagiadas. E mesmo as toll roads nao tem valores abusivos.

Esta blogagem coletiva foi uma iniciativa do grupo Viagem em família, administrado pela Sut-Mie do blog Viajando com Pimpolhos . #

Conheça também as opiniões das outras famílias viajantes

1 – Adriana Pasello – Diário de Viagem

2 – Flávia Peixoto – Viajar é Tudo de Bom

3 – Claudia Bömmels – Brasileiros Mundo Afora

4 – Cláudia Rodrigues – Felipe, o Pequeno Viajante

5 – Andreza Trivillin  Andreza Dica e Indica

6 – Eder Rezende – Quatro Cantos do Mundo 

 7 – Ana Luiza Fragoso – Oxente Menina

 8 – Adelia Lundberg – Paris des Petits   

 9 – Débora Galizia – Viajando em familia  

10 – Márcia Tanikawa – Os Caminhantes Ogrotur 

11 –  Karen Schubert Reimer – As Aventuras da Ellerim Viajante

12 – Thiago Cesar Busarello – Vida de Turista  

13 – Regeane Nicaretta Dicas da Rege

14 – Debora Godoy Segnini – Gosto e Pronto

15 – Erica Piros Kovacs – Viagem com Gêmeos

16 – Francine Agnoletto – Viagens que Sonhamos

17 – Sut-Mie Guibert- Viajando com Pimpolhos

18 – Ana Cintia Cassab Heilborn – Travel Book Blog

19 – Flávia Maciel – Bebê Pelo Mundo

20 – Claudia Bins – Mosaicos do Sul

21 – Patrícia Tabalipa – Roteiro Baby Floripa

22. Andrea Almeida Barros – Do RS para o Mundo

23. Patrícia Papp – Coisas de Mãe

24- Susana Spotti – Viagem Simplesmente

25 – Andrea e Luciano – Malas e Panelas

26 – Patricia Longo Tayão – Viajar hei