Caldas Novas ou Rio Quente Resorts?

Parece um único destino Caldas Novas ou Rio Quente Resorts (antiga Pousada do Rio Quente), mas não é. Ficam muito próximas, na mesma cidade, mas o depoimento abaixo vai mostrar as diferenças entre os dois destinos.

Michele Valladão foi curtir as férias de julho de 2013, com sua filhota de oito anos. Escolheu um destino já conhecido, porém teve algumas surpresas. Ela fez um post bem detalhado, contando da sua experiência. Confira!

Já acostumados com a região de Caldas Novas, pois frequentamos o Rio Quente Resorts por muitos anos, decidimos reservar um Hotel na própria cidade de Caldas para uma semana, somente eu e minha filha.

Este ano, reservamos o Hotel Di Roma Exclusive, o mais novo da Rede de Hotéis Di Roma, tradicional na região. Como é típico do local, o empreendimento também conta com um parque aquático próprio, o Di Roma Acqua Park.

Chegando ao hotel,  já nos assustamos com a cena: recepção lotada de turistas chegando, sem ter apartamentos livres, sendo que alguns, já cansados de esperar, usavam os toaletes do lobby para colocar roupas de banho e já iam para as piscinas, sem nem ter recebido as chaves do quarto.

Nós demos sorte, pois a reserva já estava confirmada através da RCI, e recebemos a chave prontamente.

di-roma

 

A primeira decepção foi em relação ao elevadores. Somente 2, com capacidade para 5 pessoas, para atender o hotel inteiro. Ou seja, subir para o apartamento, só depois de enfrentar uma pequena fila.

A Bruna já estava com sede, e eu imaginava que, chegando ao quarto, pudéssemos dispor de várias opções de bebidas no frigobar.  Pois bem… depois de enfrentar o elevador, abrimos a porta do frigobar e encontramos…. nada! Neste hotel, não há serviço de quarto e o frigobar está lá apenas para armazenar produtos comprados pelos próprios hóspedes.

Notei também que no banheiro não ofereciam shampoo ou condicionador. Apenas 3 sabonetinhos. Não havia secador de cabelo, e para usar o nosso, tínhamos que aguardar pacientemente por um transformador, a ser retirado na recepção e devolvido no mesmo local em menos de 1 hora. O chuveiro era elétrico e daqueles bem simples.

Bom, o jeito foi esperar o almoço. O único restaurante servia comida simples, mas bem feitinha. Os atendentes eram gentis, a louça limpa, e as bebidas (refri, água com e sem gás e refresco) inclusas, além de sobremesas e sorvetes. Eu chegaria à conclusão, mais tarde, que o restaurante seria a melhor experiência de todo o Hotel.

Para não perder o resto do dia, atravessamos a rua para conhecer o Parque Aquático. Dava pra notar que o investimento tinha sido alto, com várias opções de toboáguas, brinquedos para crianças menores, bares molhados… se a água estivesse quente, como esperávamos, seria perfeito. Mas a única piscina que tinha água morna estava apinhada, suja, nada convidativa. Outra decepção foi a piscina de ondas, que, além de gelada, era revestida de um tipo de cerâmica, o que tornava o piso muito escorregadio, um perigo.

caldas-novas

 

Este navio é uma atração para os pequenos. A criançada “explora” a embarcação e tem vários escorregadores que terminam na piscina. Pena que a água estava gelada.

Foto: Site Trip Advisor

Já voltei pro Hotel pensando o que eu faria nos próximos 6 dias com uma criança de 8 anos, num local cujas piscinas não tinham brinquedo, e cujo Parque só contava com água fria. Mesmo estando em Goiás, onde a temperatura é agradável, não dava pra encarar as entradas e saídas de piscinas frias.

Decidi que passaria alguns dias em outro Parque Aquático da cidade, o Water Park do Grupo Privê, outra Rede de Hotéis poderosa de Caldas Novas. Eu havia passado as férias de Julho de 2012 nesse Hotel, e a experiência tinha sido ótima.

water-park

 

No dia seguinte, tomamos café, arrumamos a “bagagem” pra passar o dia no Water Park, e pegamos um táxi. Qualquer corrida em Caldas Novas estava aproximadamente R$ 25, fosse qual fosse o destino.  Mas o dia valeu a pena. O parque da Rede Privê tem água morna ou quente em todas as piscinas, que estavam limpas, e ainda oferece uma infra bacana, de vestiários completos, restaurante, lanchonete, sorveteria, guarda-volumes… o consumo funciona com cartão pré-pago, que fica pendurado no pescoço.

rio-quente-resorts

 

Vista do topo das escadas dos toboáguas do Water Park do Grupo Privê:

1 – Restaurante; 2 – Piscina Infantil; 3 – Rio Lento; 4 – Piscina de Hidroginástica, com Bar Molhado; 5 – Toboágua

Voltando ao Hotel Exclusive, ela mergulhou nas piscinas “sem graça” pra terminar o dia,
tomamos um banho e pegamos um trenzinho turístico para um passeio no Centro da
Cidade.

trenzinho-caldas-novas

Há vários desses trenzinhos em operação na cidade. A maioria faz City Tour e parada no Centro de Caldas Novas. R$ 10 por pessoa.

Tanta atividade no segundo dia! As férias prometiam, mesmo que tivéssemos que pegar táxi todo dia pra curtir uma piscina decente.

Porém, naquela noite, acordei com a Bruna vomitando de madrugada, sujando toda a roupa de cama. Liguei no ramal das camareiras e, já sem me espantar muito, fui informada que não havia plantão noturno. Por sorte, um dos mensageiros do Hotel, que me atendeu na recepção, topou retirar a roupa suja e me levar uma muda completa. Mas o quarto ficou sujinho até a metade da manhã seguinte, quando finalmente foram fazer uma limpeza “meia-boca”.

Ela passou o dia deitada, à base de Dramin e Gatorade, e os vômitos foram espaçando ao longo do dia. Toda vez que eu ia ao Restaurante, ouvia adultos conversando entre si sobre os filhos que estavam passando mal. Os garçons confirmavam que muitas crianças estavam doentes no Hotel. Fiquei indignada com a falta de envolvimento da Gerência. Nenhum comunicado, nenhum suporte, nenhum médico ou enfermeiro pra dar uma assistência ou orientação.

Conversando com o taxista, fiquei sabendo de ocorrências semelhantes em outros Hotéis da cidade.

Nunca havia passado por isso no Rio Quente Resorts, nem no Hotel Privê, em 2012. Mas concluí que faltou atenção na higiene das piscinas no mês de julho. Como eles utilizam águas termais, não usam substâncias químicas para tratamento. Pelo menos, não há o menor cheiro de cloro. A criançada, que mergulhava muito, acabava ingerindo mais água, e o resultado foi bombástico.

Antecipei nossa volta, embora ela tenha melhorado nos dias seguintes.

Minha avaliação sobre o Hotel Di Roma Exclusive está registrada no site Trip Advisor.

Sobre Debora Galizia

Nossa família sempre amou viajar, desde quando as crianças eram pequenas. Hoje são adolescentes e mantemos esta paixão! Aqui você vai encontrar um pouco das nossas aventuras pelo Brasil e pelo mundo, nossas dicas, "perrengues" e nossas experiências...

Um comentário sobre “Caldas Novas ou Rio Quente Resorts?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *