Viagens gastronômicas – Viajando nas receitas

Estamos participando da blogagem coletivo “Viagens Gastronômicas”. Achei o tema super pertinente afinal,  a culinária tem um papel muito importante na vida das pessoas.

blogagem-coletiva

Mais do que um motivo para unir pessoas (os encontros para uma pizza,um café) e o mais importante é a atmosfera e a memória afetiva que ela marca.

Sempre que viajamos, experimentamos a culinária local e sempre fica aquela saudade de um prato especial e hoje, com a internet, fica fácil tentar reproduzir em casa estas delicias!

As vezes tentamos repetir algumas receitas para matar a saudade e apesar da culinária não ser o meu ponto forte, o resultado é bom!!

Veja as receitas preferidas da turminha aqui de casa!

Toscana Soup Olive garden – Sopa de Batata do Olive Garden

No inverno, ela é pedida com frequência. Feita com batatas rústicas, calabresa moída e creme de leite!! Se quiser fazer, receita aqui.

Shrimp Mac & Cheese do Bubba Gump – Macarrão com queijo e camarão

Este prato é para quem tem o paladar bem infantil, mas é delicioso. Vem servido em uma “mini frigideira”… Experimente fazer, receita aqui.

Salada Olive garden

Quem disse que não dá para ser light e gostoso? Experimente esta famosa salada do Olive garden,  receita aqui.

Shrimp Fried Rice – Benihana

O charme deste prato é a finalização na frente dos convidados. Um arroz com camarão, carne, frango, legumes e stoyo. Experimente, receita aqui.

Shrimp Noodles – Pei-Wei

Peo-Wei é um restaurante do mesmo grupo que o PF CHangs, só que mais barato. Os pratos são bem generosos e bem gostosos. Temos dois pratos preferidos aqui em casa: Esta salada é realmente deliciosa e muito fácil de fazer! Veja a receita aqui.

Costelinha com molho Barbecue do Outback

Este prato é um pouquinho mais demorado, mas a costelinha fica muito parecida com a original do Outback.

Realmente a comida mexe com nossas sensações, recordações…

E você, tem algum prato que sente saudades até hoje? Conte para nós.

Agora eu te convido a ver quais as melhores experiências gastronômicas dos super blogueiros de viagem. Um mais delicioso que o outro!

Pegadas na Estrada – Pegadas na Cozinha vai à Tailândia
Foco no Mundo – 8 coisas que você precisa comer em uma viagem para a Europa
Destinos por onde andei – Eataly de Gênova, o Templo Gastronômico da Ligúria
Mineiros na Estrada – 11 comidas típicas para provar em Minas Gerais
Caixa de Viagens – Restaurantes imperdíveis em Vitória-ES
Família Viagem – 10 comidas típicas que você precisa experimentar nas suas viagens
Atravessar Fronteiras – Os deliciosos chocolates de Bariloche
Passeiorama – Rio de Janeiro: DelÌcias na Zona Sul da Cidade
O Melhor Mês do Ano – O que comer em Santiago?
Viajando em Família – Receitas para recordar
Do RS para o Mundo – Uma viagem pela culinária no RS
Trilhas e Cantos – Califórnia – um paraíso da Craft Beer
Turistando com a Lu – Gastronomia em Portugal: principais pratos e sobremesas
Tá indo pra onde? – A Rua do Porto em Piracicaba – SP
Cantinho de Ná – 10 restaurantes em Las Vegas para almoço e jantar
Viajonários – 5 delÌcias gastronômicas da Bélgica para incluir no roteiro
A Li na Alemanha e no Mundo – Conheça as comidas típicas da Alemanha que você precisa provar
Volto Logo – Top 10: Meus pratos favoritos na América Latina
Outro Blog – Restaurantes em Penedo: da truta ao chocolate | Itatiaia, RJ
Vamos Por Aí – Tudo O Que Você Precisa Saber Sobre a Culinária Goiana
VoupraRoma – Pizza de todo tipo em Roma
O Baú do Viajante – Viagem Gastronômica ao Nepal, 5 pratos para você experimentar
Ligado em Viagem – Como é almoçar no restaurante Zeughauskeller em Zurique na Suíça
Apure Guria – Comida de rua em Curitiba: feliz com deizão!
Tirando Férias – Gastronomia a bordo do MSC Splendida na travessia entre Brasil e Alemanha
Devaneios de Biela – O que comer na Finlândia – experiência gastronômica no restaurante Savotta

 

 

 

 

 

 

 

 

Receita Noodles com Camarão Pei Wei – Shrimp Noodles

O Pei-Wei é um restaurante do mesmo grupo do PF Changs, mas um pouco mais barato. Serve comida chinesa e com porções bem servidas.

Este noodles com camarão é bem gostoso!

 

INGREDIENTES

  • ½ copo de canola
  • 04 colheres de maisena
  • ¼ colher de chá de sa
  • 200 gramas de camarão médio, descascado
  • 150 gramas de macarrão tipo lamem
  • 2 colheres de chá de gengibre ralado
  • 4 dentes de alho ralado
  • 1 cubo de caldo de carne
  • 3 colheres de sopa de mel
  • 2 colheres de shoyo
  • 2 colheres de sopa de óleo de canola
  • 1/2 cebola picada
  • 1 xic de cenoura picada
  • 50 gramas de  ogumelos shiitake, em fatias finas
  • cebolinhas cortada
  • ¾ xícara brotos de feijão (opcional)

MODO DE PREPARO
Aqueça  ½ xic de óleo em uma frigideira média em fogo médio.
Em uma tigela média, misture as claras batidas com 2 colheres de sopa de amido de milho. Passe os camarões nesta mistura e frite no óleo quente por 1 a 2 minutos.

(Eu apenas refogo os camarões, com bem pouquinho óleo)
Prepare o macarrão, de acordo com as orientações da embalagem.

Em uma tigela média, misture o gengibre ralado, alho, o cubo de caldo de galinha (sem dissolver, apenas ralado), mel e o shoyo.

Em uma panela, refogue a cebola, coloque os cogumelos e a cenoura e cozinhe por 3 minutos. Acrescente o macarrão cozido, temperos e o camarão e cozinhe por mais uns 2 minutos. Acrescente a cebolinha.

Sirva quente.

 

Receita do Arroz Frito do Benihana – Shrimp Fried Rice

O charme deste prato é a finalização em uma grande chapa, na frente dos convidados.

Ingredientes:

  • 4 xícaras de arroz cozido
  • 200 gramas de camarão limpo
  • 200 gramas de filet tigon cortado em tiras
  • 200 gramas de frango, cortado em tiras
  • meia xícara de cebola picada
  • meia xícara de vagem, cenoura, tomate e outros legumes, de sua preferencia
  • 2 ovos (quebrados diretamente na chapa)
  • sal, cebolinha
  • pimenta

Em uma grande chapa, coloque um pouco de azeite e camarão em um dos cantos, carne na outra e frango na outra. Coloque pimenta e shoyo. Coloque os legumes em outro canto e novamente shoyo. quebre os ovos e quando estiverem fritos, quebre em pequenos pedaços. Coloque o arroz e regue com shoyo.

Misture todos os ingredientes e sirva!!

Receita da famosa Salada do Olive garden

Esta salada é realmente deliciosa e muito fácil de fazer…

Ingredientes:

  • Alface romana – cortada em pedaços grandes ou inteira
  • Cebola roxa – em rodelas
  • Azeitonas pretas
  • Tomate romano – cortado em gomos
  • Croutons
  • Pepperoncini (pimentão amarelo bem pequeno).

Molho
1 xícara de maionese
2/3 xícara de vinagre branco
5 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de suco de limão
2 colheres de chá de azeite
1 colher de chá de salsa desidratada
1 colher de chá de “Tempero Italiano” (pode comprar pronto)
1 colher de chá garlic
2/3 de xícara de queijo parmesão
1 pitada de Páprica doce

Bata todos os ingredientes do molho no liquidificador e jogue por cima da salada, misturando bem.

Acrescente muito queijo ralado, na hora de servir.

Enjoy it!!!

 

Receita Toscana Soup – Olive Garden

Esta sopa do restaurante Olive Garden, que tem várias unidades espalhadas pelos Estados Unidos, é deliciosa!

Feite a base de batata, linguiça e couve , não é nada light… Mas acho que vale as calorias!

Ingredientes:

  • 1/2 kg de lingüiça fresca moída
  • 1 1/2 colheres de sobremesa de pimenta vermelha em pó
  • 50 g de bacon picado (tire o excesso de gordura)
  • 2 dentes de alho espremidos
  • 10 xícaras de água
  • 5 cubos de caldo de galinha (eu utilizei apenas 2 e coloquei temperos)
  • 1 xícara de creme de leite fresco
  • 4 batatas grandes cortadas em fatias – com casca (eu já fiz sem a casca)
  • 4 folhas grandes de couve crespa

Modo de Preparo:
Refogue a lingüiça moída com a pimenta vermelha, tire o excesso de gordura e reserve.
Na mesma panela em que refogou a lingüiça, doure o bacon, tire o excesso de gordura, frite a cebola e o alho. Coloque 10 xícaras de água para ferver com 2 caldo de carne dissolvido e ferva por 5 minutos. 
Coloque as linguiças e as  batatas e cozinhe até que as batatas estejam bem macias (mais ou menos 30 minutos).  

Acrescente o creme de leite fresco e a couve e desligue o fogo.

Fica realmente deliciosa!!

Blogagem Coletiva: Como conciliar viagens e escola dos filhos

Quem gosta de viajar e tem filhos em idade escolar, vive com o dilema de como conciliar as férias com o ano letivo. Reunimos um grupo de blogueiros e colocamos o assunto em pauta e resultou nesta incrível blocagem coletiva.

blogagem-coletiva

Com certeza esta blogagem será muito rica e com opiniões e argumentos muito diferentes. Primeiro porque não existe um “certo ou errado”, existem formas de enxergar a situação e a diferença da faixa etária das crianças.

O assunto é tão complexo, que vários aspectos devem ser levados em conta, para tomar a decisão mais acertada.

NIVEL DE ESCOLARIDADE

Quanto mais velhas as crianças ficam, muito mais intenso é o conteúdo e as cobranças. Sem dúvidas, viajar com crianças do ensino Infantil e até o início do Fundamental I é bem mais fácil.

Meus filhos estão no Fundamental II , atualmente no sexto e oitavo ano e nesta idade, com o método de ensino da escola que frequentam não conseguimos viajar fora do período de férias.

Quando eram menores, no Infantil e até nos primeiros anos do ensino Fundamental I, viajamos algumas vezes no período letivo, emendando feriado e faltando de uma até duas semanas e não tiveram nenhum prejuízo na escola.

A última viagem que fizemos, durante o período de aula, minha filha mais velha estava no sexto ano e ficamos uma semana fora. O retorno foi um stress: provas substitutivas (a escola deles tem 3 provas toda semana), matéria perdida…

PREÇOS ALTA E BAIXA TEMPORADA

A diferença de preço para viajar no período das férias escolares e na baixa temporada é ABSURDA!!! O setor hoteleiro fica bem mais barato e aparecem promoções tentadoras de passagem aérea! Acho que este é o principal ponto favorável a tirar férias na baixa temporada, muitas vezes a economia é de 50%.

TEMPERATURAS MAIS AMENAS

As férias acontecem nos picos de Verão ou Inverno e dependendo do destino, é um calor ou frio exagerados. Nos demais meses, o clima é mais ameno e agradável.

PONTOS TURÍSTICOS MAIS VAZIOS

O fluxo de visitantes é muito menor na baixa temporada. Você consegue visitar os principais destinos turísticos e parques sem filas e curtir bem mais a viagem.

DURAÇÃO DA VIAGEM

O tempo da duração da viagem pesa bastante na decisão de ficar ausente da escola ou não. Ficar alguns dias, o prejuízo é maior.. Já nas viagens longas, a criança sai do ritmo e perde muita vivência e conteúdo.

RESPONSABILIDADE

Acreditamos que o estudo é a responsabilidade que as crianças tem e que os maiores precisam entender que o lazer é importante, mas que  estudo é mais ainda! Precisamos “cumprir”nossa responsabilidade e depois desfrutar do lazer.

APRENDIZADO DURANTE AS VIAGENS

Sem dúvida nenhuma, uma viagem traz muito aprendizado, inclusive na área acadêmica: desperta o interesse em Geografia (países, capitais, clima, distâncias), História (como surgiu, monumentos), Idiomas, Cultura em geral, Economia…

Usar este tempo além da convivência, proporcionar o conhecimento através da vivência e da experiência é incrível!

LAZER X RESPONSABILIDADE

Nos baseamos no conceito de que as crianças já estão grandes e precisam ter responsabilidade para saber que o lazer é importante, mas que o estudo vem antes. Quero que eles tenham a consciência de que primeiro temos que cumprir com nossos compromissos e depois o lazer.

FLEXIBILIDADE – SEMPRE

Nem tudo é tão rígido e definitivo, as situações mudam e nossos pontos de vista também.

Confira a opinião de outros super bolseiros de viagem sobre o mesmo tema e deixe para nós sua opinião!

 

 

 

O que fazer se tiver um Furacão?

Sabemos que a região de Bahamas, algumas ilhas do Caribe e a costa Leste dos EUA são rotas de furacões e tempestades tropicais.

furacao

O período considerado “temporada de furacões”vai de julho a novembro e a quantidade e intensidade dos furacões varia e um mesmo furacão pode ˜ganhar ou perder”força.

As cidades-alvo dos furacões estão preparadas e estruturadas para estes acontecimentos e a população já é orientada e sabe como proceder.

Mas, o que fazer se estivermos de férias e tiver alerta de furacão?

As previsões meteorológicas conseguem monitoram e prever a chegada de furações, tempestades tropicais e tornadas com antecedência de mais de 48 horas. As autoridades locais orientam a população, então, apenas siga as orientações e tenha um pouco de paciência por uns 2 ou 3 dias.

Informe-se das condições meteorológicas e da evolução do furacão. Existem vários sites oficiais, que mandam inclusive sinais de alerta.

Se estiver hospedado em hotéis, siga as orientações que são repassadas aos hóspedes.

Não saia, em hipótese nenhuma de carro ou a pé, durante a tempestade.

  • Se for recomendado evacuar o local, siga as orientações e se direcione para os os abrigos  (shelters) ou locais considerados seguros. Se for abandonar sua casa, desligue a água e energia elétrica.
  • Se não for recomendado evacuar o local, fique dentro de casa e longe de janelas e vidros.
  • Tire tudo da varanda e quintal e coloque proteção nas janelas.
  • Compre água, alimentos, remédios, pois podem acontecer alagamentos, queda de energia e falta de alimentos.
  • As escolas, parques e estabelecimentos públicos geralmente fecham.
  • Aeroportos, portos podem fechar. As cias aéreas, hotéis e empresas de Cruzeiro geralmente cancelam ou remarcam as datas, sem prejuízo para os clientes.
  • Tenha lanternas carregadas e pilhas reserva. Carregue os telefones celulares e poupe a bateria.
  • Encha o tanque do carro, você pode precisar se deslocar e os postos de combustível podem ser atingidos e ficar fechados por alguns dias.
  • Reserve água: se for possível encha a banheira ou baldes.
  • Fique dentro de casa, longe de janelas e portas de vidro, preferencialmente em um closet ou banheiro (local longe de janelas e portas de vidro).
  • Acompanhe os noticiários e alertas locais.
  • Siga rigorosamente as instruções dos órgãos oficiais.
  • Faça um estoque de água e mantimentos para você e sua família, para pelo menos 3 dias: 1 galão de água por dia/pessoa, alimentos não perecíveis e que não necessitem de gás ou energia elétrica para o preparo, comidas enlatadas (abridor de latas)
  • Lanterna e radio a pilha
  • Medicamentos, kit de primeiros socorros e produtos de higiene
  • Descartáveis (pratos, colheres e copos)
  • Se tiver bebê, fraldas e alimentos infantis.
  • Mantenha seus documentos e dinheiro em lugares de fácil acesso e dentro de sacos plásticos.
  • Se possível, um extintor pequeno.
  • Evite tomar banho, usar telefone ou tv durante a tempestade.
  • Para obter maiores informações durante uma emergência (como vias fechadas, alertas de evacuação, abrigos disponíveis etc.), contate 800-342-3557

Consulte os sites oficiais, que monitoram e orientam sobre os furacões:

Em Miami : http://www.miamidade.gov/hurricane/

Em Orlando: http://www.floridadisaster.org/index.asp

Abrigos em Orlando: http://floridadisaster.org/shelters/

Mantenha a calma, siga as orientações e tudo dará certo.

 

Qual melhor época para ir para Orlando: Inverno ou Verão???

Captura de Tela 2016-07-29 às 18.41.31

Estamos participando da blogagem coletiva “Viajando nas quatro estações”. A proposta é sugerir roteiros interessantes, de acordo com a estação do ano.

Como em tudo na vida, o equilibrio é sempre a melhor opção e para as viagens, isso faz todo sentido. Porém, Primavera e Outono é época de ano letivo e para quem tem filhos em idade escolar, isso pode ser complicado.

E então, qual a melhor época para ir para Orlando: Inverno ou Verão?

Vamos aos prós e contras de cada um..

INVERNO

Parque estão mais vazios: as aulas nos EUA e vários países voltam na segunda semana de janeiro, então o movimento nos parques é menor que em julho. O movimento nos parques é mais tranquilo até o dia 20 de dezembro e após dia 10 de janeiro. Nas semanas entre Natal e Ano Novo, os parques e outlets ficam lotados.

Natal na Disney é mágico: o clima de Natal nos shoppings, na cidade, nos parques. As festas e paradas especiais de natal sáo realmente diferentes… Elas acontecem em dezembro e até o dia 06 de janeiro.

Chove menos: no inverno, a probabilidade de chuvas é bem menor que no verão.

Inverno ameno: Na Flórida, os invernos não são rigorosos e é bem possível dias bem quentes e ensolarados e noites um pouco mais fresquinhas.

Maratona Disney: Se você é fã de corrida, se programe para participar da maratona disney, que acontece geralmente no começo de janeiro.

Preços mais baixos que julho: Apesar de ser preços de “alta temporada”, os valores de passagem aérea e hotel, costumam se mais baixos que em julho.

Promoções roupas de inverno: A época é ideal para encontrar jaquetas, casacos e boras em promoção.

Anoitece mais cedo: Além de anoitecer mais cedo, os parques costumam fechar mais cedo que no verão

Malas mais cheias: As roupas de frio são muito mais volumosas do que de verão.

Noite de Natal e Reveillon nos parques: Apesar de ser uma data especial, acho que não vale a pena aguentar a lotação nos parques para assistir a queima de fogos especial.

Nem sempre dá para ir nos parques aquático: Mesmo com inverno ameno, nem sempre dará para encarar um parque aquático, principalmente os que exigem uma reserva de data prévia. Além disso, alguns parques aquáticos ficam fechados.

Atrações em manutenção: algumas atrações com “água”ficam fechadas para manutenção.

VERÃO

Aproveitar os parques aquáticos: perfeito para se refrescar nos parques aquáticos.

Curtir a praia: tem praias lindas na Flórida, é uma oportunidade para conhecê-las.

Os dias são mais longos: escurece mais tarde e conseguimos aproveitar mais o dia!

Fugir do inverno brasileiro: deixar seus casacos no Brasil e curtir o Verão americano.

Parques mais lotados: são as férias de Verão dos americanos e os parques costumam ficar lotados de adolescentes!

Calor muito intenso: o calor é bem intenso, tem o choque térmico do calor externo e ar condicionado forte dentro das atrações.

Pancadas de chuva: costuma ter pancadas de chuvas frequentes, porém rápidas.

Conheça outras sugestões de destinos dos blogueiros que estão participando desta Blogagem Coletiva:

Destinos por onde andei… – Primavera em Nova York

- Mariana Viaja – Verão na Espanha: passeios em Barcelona e Madri

- Outro blog - Inverno em Banff | Montanhas Rochosas Canadenses

- A Casa na Mala – Qual a Melhor Época do Ano Para Viajar à Europa?

- Por aí com os Pires – Flórida no verão

- Família Viagem – As cores do outono em Seattle

- Pegadas na Estrada – Outono na Islândia, uma estação surpreendente!

- Viajonários – O que fazer na Califórnia no inverno

- Foco no Mundo – Como sobreviver ao inverno europeu

- O Melhor Mês do Ano – O que levar para o Atacama em cada estação do ano

- Escolho Viajar – Patagônia no verão – a melhor estação para a visitar

- Caixa de Viagens – Alpes italianos – onde curtir o inverno

- Vaneza com Z – 10 coisas para fazer no Verão em Salvador

- Cantinho de Ná – Como é New York na primavera

- Viagens que Sonhamos – Inverno na Serra Gaúcha

– A Path to Somewhere – 10 lugares para curtir o outono em Nova York

- Mochilão Barato – Mochilando no Inverno Europeu

– Viagens Invisíveis – Inverno em Malta, vale a pena?

- Alyssa Prado Blog – 6 Motivos para visitar Floripa no Inverno

- Viajando em Familia – Orlando no Verão ou Inverno?

- Apure Guria! – Sobrevivendo ao inverno na Nova Zelândia

- #KariDesbrava - Cinco lugares para curtir o frio no estado do Rio de Janeiro

Ligado em ViagemDobel na Alemanha, muita neve na região de Baden-Württemberg

- Pequeno Grande Mundo – Em Manaus é verão o ano inteiro

- Destino Mundo Afora – Inverno na Serra Catarinense

- The Nat’s Corner – Verão Europeu: O Que Levar na Mala

- Lolepocket – 7 praias do Rio de Janeiro para curtir o verão como os cariocas

- Uma Senhora Viagem - Dois Outonos Diferentes na Europa

- Devaneios de Biela – As Cores e os Contrastes de Cartagena na Primavera

- Baianos no Polo Norte – 10 motivos para visitar Toronto no verão

#viajandonasquatroestacoes

 

 

 

Conhecemos o Crayola Experience em Orlando

Sempre adorei a linha de produtos Crayola, acho que estimula a criatividade e tem produtos super diferentes.

Este ano, fomos conhecer o novo Crayola Experience, que fica no Florida Mall e as crianças amaram!!

IMG_2342

Éramos duas mães e quatro crianças entre 6 e 12 anos e todos adoraram.

A entrada é linda, super divertida. Você compra um ingresso que dá direito a todas as atrações e recebe 3 “moedas”que você pode escolher qual produto customizar : giz de cera personalizado, giz de cera com formato diferente, massa de modelar, canetāo para vidro, entre outros.

IMG_2344 (1)

É obrigatória a presença de um adulto acompanhando o grupo de crianças.

Sāo 25 atracoes, que atende todos os gostos!

Na entrada do evento vocë já começa a tirar fotos super divertidas. Ainda antes de entrar, tem um painel interativo imenso, que você faz o movimento e o “giz de cera” da tela faz o mesmo movimento.

IMG_2346 (1) IMG_2348 (1)

Activity Studio: Um espaço para soltar a criatividade e fazer o que a imaginação permitir com papel, tinta, giz, caneta, cola…

Art Alive: você cria uma imagem num tablet, esta imagem ganha movimento e interação e é projeta na parede.

Be a Star: Em uma máquina, você tira uma foto, esta foto é “transformada”em desenho (apenas traços) e você colore.

Drip Arty: Uma máquina, que você coloca giz de cera de suas cores preferidas, gira a máquina e pronto: cria uma linda obra de arte!!

Magic Color: Uma experiência de realidade aumentada, que você anima seu desenho e ele ganha movimentos.

Meltdown: Pinte com giz de cera derretido! O efeito fica lindo!

Cada criança recebe 2 moedas, para brincar nas atrações escolhidas. As atraçoes que precisam da “moeda””

Wrap It Up: a criança escolhe a cor, fonte e o que escrever e cria seu rótulo personalizado de giz de cera. Depois, passa por uma outra máquina, que cola certinho o giz.

Melt e Moldes: Escolha sua cor favorida, escolha o objeto que quer fazer e observe o gix derreter e depois tomar forma desejada.

Crazy Modeling: muitas descobertas com massa de modelar

O local é fechado, o que pode ser uma excelente opcao para os dias chuvosos ou muito frios.

Não seria legal para criar um anel, tubarões, carro ou lembrança Cavalo marinho fora da pastel de cera? Fazer uma é simples na Melt e Moldes! Basta carregar sua cor pastel favorito na máquina e assistir seu pastel derreter em uma experiência lembrança Crayol

Tem um espaço reservado para comemoraçāo de aniversários. Uma ideia diferente e divertida!

Dentro do local, tem um café gostoso para um lanche rápido.

As crianças menores (e as maiores também) podem gastar toda a energia no playground todo tematizado

No final da atividade, tem uma loja gigante e linda da Crayola! Como tudo que você pode imaginar!! Canetas e giz de cera individual, de todas as cores, pelúcias, lousas e muito mais.

O ingresso custa US$ 22,99 na bilheteria e R$ 18,99 direto no site, neste link.

Se você mora na região, o ideal seria comprar o passe anual (US$ 34,99) e ter acesso ilimitado!

Se tiver um tempinho, recomendo muito o passeio (principalmente se tiver previsão de algum dia chuvoso), as crianças adoraram!!

 

14 Doces deliciosos para experimentar na Disney / Orlando

Alguns alimentos, principalmente doces, em o poder de ficar em nossa memória, durante muito tempo… Alguns doces que só encontramos na Disney ou nos Estados Unidos, sáo imperdívies!!

1. Mickey Bar

O famoso sorvete no formato da cabeça do Mickey. É um sorvete de baunilha com cobertura de chocolate. Você encontra apenas nos parques e hotéis Disney e custa em média US$ 3,50.

Slide1

2. Mickey`s Waflle

Um waflle com a carinha do Mickey. Você encontra nos parques, hoteis e navios da Disney. Se quiser, você pode comprar a maquininha e fazer os waflles em sua casa.

waflle maquina waflle

3. Funnel cake

Lembra o nosso famoso bolinho de chuva, só que é frito de forma diferente (também imerso em óleo). Você come com ou sem cobertura (eu gosto só com açucar e canela). Sáo vendidos nos Parques e no Disney Springs. Os valores variam de US$ 7,00 a US$ 11,00.

funnel cake

4. Panquecas

Super tradicionais, você encontra em todos os hotéis e restaurantes. Tem várias opcóes de coberturas , doces ou salgadas.

panqueca

5. Cinnamon roll

O cheiro é maravilhosos!! Sáo fatias de páo, enrolados com canela e açucar. Você encontra nos shoppings e outlets. Tem agumas opcoes nos supermercados (congelados ou no setor de pães e padaria).

cinamon

6. Cheesecake

Os mais famosos sáo da Cheescake Factory, tem várias versóes e sabores. Experimente! Se quiser matar a vontade, no Sam`s Club vende a torta inteira da Cheescake Factory.

cheescake

7. Churros

Não espere encontrar os churros recheados de doce de leite ou nutela. Os churros vendidos nos parques é bem comprido e sem recheio, mas é uma delicia.

churrros

8. Macaron com sorvete morango

Um sanduiche de macaron com sorvete de baunilha, que você encontra no pavilháo da França na Epcot.

Slide1

 

9. Mickey ice cream sanduiche

Um “sanduiche” de sorvete e bolacha, com a carinha do Mickey. Você encontra nos parques da Disney.

Slide1

10. Mickey`s Kitchen Sink Sundae

O famoso sorvete da pia do Mickey, é gigante, sáo tres bolas de sorvete, chantilly, gotas de chocolate, cereja e você leva a pia para casa!! Vendido no Magic kingdon (Main Street) e no Beach Club.

Slide1

11. Maça caramelizada Mickey

As maças sáo cobertas de chocolate e tematizadas. Você encontra nos parques da Disney.

maça mickey

12. Fudge

É um doce em barra, tipo um caramelo, com recheios ou ingredientes diferentes. Você encontra nos parques e nos shoppings.

fudge

13. Muffin

Sáo deliciosos, básicos e fazem parte da café da manhá de todos os hoteis e você também acha facilmente nos mercados.

muffin

14. Dipping Dots ice cream

Um sorvete de mini bolinhas e bem colorido. Você encontra nos shoppings e alguns parques.

dipping dots

 

Temos 14 sugestões, quem sugere a 15?